Formas de tratamento

O tratamento consiste basicamente em duas etapas:

Acabar com os sintomas físicos, os quais costumam passar rapidamente com a ajuda de certos medicamentos. Nessa fase inicial onde o objetivo é acabar com os sintomas físicos (e que realmente acabam muito rápido, às vezes em questão de horas), a Psicoterapia sozinha ajuda muito pouco.

Acabar as fobias. Nesta fase o tratamento mais eficaz é uma combinação de medicação com Psicoterapia (que aliás nem sempre é necessária), principalmente a Psicoterapia Breve Focal, que consiste em poucas sessões para ajudar o paciente a mudar de atitudes, sair de situações difíceis e principalmente ver os problemas com mais objetividade, ficando portanto mais fáceis de serem resolvidos.

Ao mesmo tempo, seu médico irá pesquisar alguma doença física que possa estar provocando, desencadeando ou prolongando a Síndrome e se for o caso tratar ou encaminhar para algum colega faze-lo.

                                                 Os Remédios

O antidepressivo (tarja vermelha), ao contrário do tranqüilizante (tarja preta), não causa nenhuma dependência mesmo quando combinado com este; ao contrário, afasta a dependência de qualquer tranqüilizante. Os portadores do pânico têm um medo cruel da dependência dos remédios, principalmente daqueles que possuem tarjas pretas. Se um profissional médico prescrever somente o tranqüilizante (tarja preta) com o objetivo de cura e a pessoa tomar por mais de três meses, aí sim, poderá tornar-se dependente, pois os tranqüilizantes são depressores do sistema nervoso central. Os tranqüilizantes apenas aliviam, acalmam momentaneamente os sintomas. Passado o efeito do medicamento, os sintomas retornarão. A maioria das pessoas costuma generalizar os remédios psiquiátricos quanto a seus efeitos. Elas imaginam que todos são tranqüilizantes, dopantes ou causadores da impotência sexual. Ou então que são nocivos à saúde. Puro engano. E o mal maior que a doença traz? O indivíduo tem medo do remédio causar impotência e acaba ficando impotente por causa da doença. O importante é lembrar que cada caso é um caso, portanto, vai depender e muito do feeling do médico na hora de lidar com o paciente.Existem antidepressivos tricíclicos, tetracíclicos, IMAOS (inibidor da monoaminooxidase) e o mais recente, que é o ISRS (inibidor seletivo de receptação de serotonina), que tem uma variedade enorme. Mas só os médicos entendem como eles devem ser usados.

 

Anúncios

2 comentários

  1. Gostei muito da ajuda nesta matéria. Tenho síndrome do pânico há 24 anos, tomo medicamentos e o que mais me aterroriza em certos momentos é o MEDO DE SENTIR MEDO….passei a ler sobre este assunto e comecei a entender o que estava ALÉM DA SÍNDROME DO PÂNICO e estou sempre em busca de respostas para amenizar os sintomas. A internet tem me ajudado bastante porque conheci a técnica da EFT (procurar no google ou vídeos do youtobe para localizar. Aldeni Costa.

    Curtir

  2. Todos os comentarios acima feitos pelos colegas da area da saude são pertinentes e ocorrem com todas as caracteristicas descritas, porem no meu entender muitos causas descritas são consequencias e não causas.
    Por exemplo: A descarga de adrenalina irá causar uma aceleração cardiaca e etc mas esta descarga tem uma causa ou mais anterior a mesma. Enfim o medo surgido no Ataque de Panico tem uma causa raiz contida no inconsciente a qual pode vir a tona por todos as causas acima descritos são os gatilhos usados numa forma de defesa fora do tempo do
    individuo. Podem ocorrer rapidas curas mas não são sempre simples de se detectar as causas do disparo. Deixo aqui abaixo meu comentario feito no painel dos relatos das pessoas acometidas desta Sindrome

    OK.meus amigos sou psicologo e trabalho com varios tipos de transtornos de ansiedade e a um dos maiores é a Sindrome do Panico eu considero como o mais angustiante dos sintomas, pois ele é originado no inconsciente e não tem vestigios e nem aparencia detectavel que leve a ciencia medica determinar-lhe a causa. As pessoas que são acometidas desta Sindrome sente-se inseguras porque percebem a inconsistência dos tratamentos não acreditando no fundo que poderão curar-se totalmente pois a SP não possui causa fisiologjica mas sim sintomas fisiologicos. Vou aqui lhes dar um exemplo : (Imaginem que voces com os olhos fechados estejam chupando um limão muito azedo) Notem que houve em sua boca uma salivação mais intensa. Isto foi um sintoma fisiologico sem causa fisiologica .Agora no caso da SP voce não tem controle do aparecimento da causa e isto parece loucura. MAS NÃO É! Porem o surgimento destes sintomas fisicos surgidos no Ataque de Panico levam o Individuo a ter todos aqueles comportamentos nas pessoas que acima se descrevem tipo: Não sair de casa ou sozinho querer sempre ao ir a algum lugar e perguntar sempre se por lá tem algum hospital ter sempre no bolso o remedio receitado pelo psiquiatra que não cura mas alivia os sintomas e etc. Enfim o individuo fica sendo vitima de sua imaginação amedrontada. Na minha experiencia tenho conseguido livrar muitos desta Sindrome, porem minha maior dificuldade não é retirar os ataques do Panicado, mas convence-lo que os ataques não se repetirão mais, por que a causa do sintoma foi sanada, porem o medo deixado pela incidencia dos mesmos fica como se houvesse acontecido no individuo uma lavagem cerebral. Ele fica com medo de passar pelo mesmo medo sofrido anteriormente. Isto é medo de ter medo. Isto não acontece com todos mas é mais comum com aqueles que ja´estão acometidos de muitos anos
    Nota: estou tomando conhecimento deste grupo hoje e me disponho a dar palestras ou conversar sobre isto com pessoas ou grupo e até combinar da melhor forma possivel a possibilidades de tratamento. Panico só quem tem sabe o que é. Meu telefone e (11) 3864-4848

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s