Depoimentos

Este espaço é seu, envie o seu depoimento, você não esta só neste universo do TP, compartilhe o seu momento com as outras pessoas, nesta pagina você vê que outros também tem e sabem oque você tem passado ou já passou, e muitos não podem falar sobre o assunto com seu familiares, pois as vezes eles não entendem, então compartilhe conosco.

Agradeço a todos que nos tem enviado o seu comentário e ou questionamento, por ser um espaço publico, todos entram e deixam o seu depoimento livremente, mas tenho notado que algumas pessoas usam deste espaço para postar coisas ofensivas ao proposito do blog, e até para prejudicar o acesso de outras pessoas.

Tenham um pouco de paciência, pois estou fazendo uma varredura e limpeza nele, e também logo farei algumas outras mudança.

14.012 comentários

  1. Nao sei mais o que fazer,to de ferias e to tendo ataque de panico ,sofro com essa doença faz ins 3 anos,e por incrível que pareça quando estou trabalhando ou com a mente ocupada fico meses sem ter crises,agora se eu passar muito tempo em casa tipo nas ferias os ataques ressurgem,eu fico com medo o tempo todo que algo ruim me aconteca,fico com insônia e minha ansiedade vai la em cima,alguem de identifica ??

    Curtir

  2. Boa noite

    Sabe o que é engraçado fala se que criou um grupo no watssap ae eu entro e logo depois me excluírem só pq eu comentei sobre o meu problema de pânico? Esse grupo não foi criado justamente para trocar informações experiência para ajudar um ao outro

    Se vc que me excluiu vc preços rever seu conceito e caracter ok sem mais agradeço

    Curtir

  3. Galera tenho um grupo de whatsapp de pessoas que sofrem de síndrome do Pânico, transtorno de ansiedade generalizada . Whatsapp 11 931464481. Vc não está só !
    O grupo superando pânico tem objetivo de entender a patologia da mente, fortalecer e ajudar a lidar com o medo , o pânico, tag ( Transtorno de ansiedade) e de também fazer amizades pois aqui somos uma família.
    No grupo não é permitido:
    * Cenas obscenas,
    * Qualquer tipo de conversa no particular e ou no grupo que possa causar constrangimento

    Curtir

  4. Galera tenho um grupo de whatsapp de pessoas que sofrem de síndrome do Pânico, transtorno de ansiedade generalizada . Whatsapp 11 931464481. Vc não está só !
    Click nesse link que será ingressado ao grupo: https://chat.whatsapp.com/0zybo5lPJGXGWa9vS7wPr8
    O grupo superando pânico tem objetivo de entender a patologia da mente, fortalecer e ajudar a lidar com o medo , o pânico, tag ( Transtorno de ansiedade) e de também fazer amizades pois aqui somos uma família.
    No grupo não é permitido:
    * Cenas obscenas,
    * Qualquer tipo de conversa no particular e ou no grupo que possa causar constrangimento

    Curtir

  5. MENTE SÃ EM CORPO SÃO

    “Mens sana in corpore sano”. Essa citação em latim quer literalmente dizer: “mente sã em corpo são”. Isso vem nos mostrar de que, se quisermos ter um corpo saudável e sadio, nossa mente também deverá estar conectada com o equilíbrio e a paz.
    Que os nossos pensamentos sejam permanentemente constituídos de coisas boas, elevadas altruistas.
    Que nossa mente deve estar livre do negativismo, do pessimismo e de idéias doentes e doentias.
    Todos nós sabemos ou pelo menos deveríamos procurar saber a força que temos na mente. Que os pensamentos são usinas de forças com capacidade de nos reerguer, nos equilibrar e nos curar.
    O que precisamos é nos estudar e estudar a forma de colocarmos em prática esse manancial de energias que temos em nós.
    Por outro lado temos que aprender que essas energias da mente são tão sutis e tão sensíveis que captam e reagem de conformidade com os nossos pensamentos.
    Ou seja. Se os pensamentos forem bons, saudáveis, ponderados e equilibrados. Saúde e bem estar teremos.
    Agora, se partirmos para as lamúrias, péssimismo, desânimo e o baixo astral.
    A doença e o desequilíbrio farão parte imperdenidas do nosso dia a dia.
    Portanto, a escolha e a decisão sempre partirá de nós.
    Ou ficamos atolados no negativo e no enfermiço. Ou nos deixamos levar pelo otimismo, o saudável e bem estar.
    Acreditando sempre que o poder de cura está na nossa mente. E somente a nós competirá acionar essa usina de forças que se chama PENSAMENTOS.
    Paz e Luz
    Cláudio

    Curtir

  6. VOCÊ SABIA?

    Você sabia que o simples fato de ficar comentando os sintomas já é o suficiente para que tudo intensifique?
    Você sabia que insistir em ficar aferindo pressão e batimentos cardíacos aumentam a ansiedade?
    Você sabia que ficar falando, assistindo, vendo ou lendo sobre violência e doenças, só servirá para dar uma turbinada nos sintomas?
    Você sabia que nos momentos de crises, sair correndo para o hospital achando que está tendo um troço, só irá agravar a situação?
    Você sabia que o fato de ficar martelando pensamentos negativos e doentios, somente piora o que já estivermos sentindo?
    Voce sabia que o quanto mais evitarmos as coisas e situações que nos causam medos, mais difícil e distante ficará o equilíbrio?
    Você sabia que somente o fato de não acreditarmos de que tudo que sentimos seja de origem psicólogica, basta para ficarmos estagnados na situação em que nos encontramos?
    Você sabia que querer convencer as outras pessoas da nossa doença não adianta, uma vez que nem nós nos convencemos disso?
    Você sabia que o remédio ajuda, a terapia ajuda, mas se você não tiver vontade, coragem e resignação, nada te levará a cura?
    Você sabia que os pensamentos em desalinho e os medos injustificáveis são os pilares que sustentam essa doença?
    Você sabia que a prática de pensamentos racionais e equilibrados é o caminho para mudarmos essa situação?
    Você sabia que a cura e o equilíbrio não virão de uma hora para outra, num estalar de dedos, como um milagre?
    Mudanças de postura na forma de agir e de pensar são essenciais para quem deseja voltar a viver sinceramente.
    Se agarrar em outras coisas fantasiosas e fictícias ou ficar esperando que tudo se resolva como num passe de mágica, não agregará nada em nossas vidas.
    É perda de tempo. É perda de vida.
    Paz e Luz.
    Cláudio.(vidaepanico.blogspot.com.br)

    Curtir

  7. Eu terminei um relacionamento de 12 anoa com o pai da minha filha há seis dias. E desde lá comecei a me sentir muito cansada, uma letargiia como se tivesse tomando um antialergico, o corpo pesado demais, sem forças pra nada e sempre com mt sono, apesar de saber q não estava grávida, até um exame de farmácia eu fiz. Aí ontem quando dirigia do trabalho pra casa, comecei a sentir minhas mãos geladas e suando frio, uma sensação de pressão baixa, falta de ar, minha boca estava extramamente seca e senti minha garganta fechada e fiquei mto desesperada pq nem minha saliva eu conseguia engolir. Parei na frente da Unimed, ‘mas nao entrei, senti que os sintomas estavam mais fracos e não sabia muito bem o que eu poderia dizer no hospital e dirigi pra casa, passei o resto do dia me sentindo mal e só consegui deitar apos as 3h da manhã. Estou com medo de me sentir assim de novo, será que posso estar tenho uma crise de ansiedade? Será que não vai mais voltar?

    Curtir

    • Olá, boa tarde.

      Se antes você não tinha problemas físicos que pudessem levar a ter estes sintomas, não deveria se preocupar com eles neste momento, pois os seus problemas maiores e que com certeza irão tirar o seu sono por algum tempo, são a sua condição afetiva, a sua separação, esta situação mexe com o seu estado emocional, não havendo equilíbrio, tudo fica ruim.

      Curtir

    • Boa noite , não penso que seria uma crise de pânico e sim uma crise isolada de ansiedade por causa do momento delicado, Vc está se alimentando direito e dormindo aí estressa o organismo, tente respirar direito e beba chá para tranquilizar, evite alimentos com muita cafeína, como refrigerante a base de cola, chocolates e cafe e chá com cafeína.
      Procure uma atividade física que lhe traga prazer se vc não tiver uma restrição médica.

      Curtir

  8. Boa noite. Me chamo Victor e tenho 18 anos. Tenho síndrome do pânico a um tempo. Tudo começou em 2014. Estava tomando banho quando de repente comecei a sentir muitos tremores, falta de ar, os pés e as mãos começaram a formigar…achei que ia morrer. Isso durou uns 3 minutos. Depois disso não tive mais… até saí e tal, tudo normal. Ano passado tive novamente, dessa vez com uma intensidade maior. Tava indo numa festa no colégio da minha irmã. No meio da rua senti os mesmos sintomas e achei que ia desmaiar porém não aconteceu nada… depois disso tive outras porém com menor intensidade, nada que me atrapalhasse. Porém no começo desse ano a síndrome do pânico começou a ficar muito forte… tive a minha última na rua junto com a minha mãe, foi horrível. To a 6 meses sem sair de casa e vou no médico amanhã… Tô ansioso pra caramba e não sei se os remédios vão aliviar isso.

    Curtir

  9. Oi tenho síndrome do pânico, crises de ansiedade, fazem 13 anos q faço tratamento , mas nunca melhoro, muito medo de morrer, tontura, suor, as pernas e os braços travam , pesam,muita falta de ar , tenho crises na hora q vou comer, daí já não consigo nem comer, insônia….. gostaria de participar de algum grupo

    Curtir

  10. Quando a gente passa por uma crise é natural de pensarmos que estamos tendo um ataque cardiaco. Natural tb acharmos que estamos sozinho. O pânico é o medo que controla nossa mente e distribuí sintomas pelo corpo. Tenho grupo pra ajudar. Se quiser participar me adicione que terei o maior prazer de incluir no meu grupo 11931464481.

    Curtido por 1 pessoa

  11. CONHEÇA-TE A TI MESMO
    quinta-feira, 22 de setembro de 2016
    O OUTRO LADO DA DOR

    Já paramos para racionar sobre a origem das nossas dores? Porque somos atormentados por sensações dilacerantes que nos invadem, alteram nosso humor, nosso dia a dia e desordenam nossas vidas?
    Já imaginamos que, apesar dos avanços das ciências médica e farmacológica, ainda não foram descobertos meios ou drogas que possam debelar com as nossas dores de uma vez por todas?
    Como explicar a origem da dor? E como fazer para extermina-la?
    Essas questões certamente pouco são analisadas. Provavelmente poucas pessoas se abalarão a fim de desvendar esses mistérios.
    Porque sofremos? Qual a real finalidade da dor? Já tiramos tempo para decifrar esse enigma?
    Todos bem sabemos que existem dores que são incapazes de serem detectadas e diagnósticadas pela mais evoluída medicina do planeta.
    E as dores da alma? Existem mesmo? Como trata-las?
    Será que já não está na hora de observarmos as dores e os sofrimentos por uma outra ótica?
    É certo que nunca, jamais, deveremos abrir mão e abandonarmos os tratamentos e a intervenção valiosa e imprescindível da medicina.
    Estou falando de procurar em nós a real origem da doença. Que na maioria das vezes está arraigada na nossa alma a origem de tudo.
    Isso até mesmo com o objetivo de auxiliar no tratamento que a medicina nos oferece.
    A auto observação nos levará a detectar o grau de desequilíbrio que trazemos em nós.
    São as dificuldades que trazemos na alma, que grandemente influenciam no corpo.
    Orgulho, raiva, ciúme, inveja, impaciência, irritabilidade, etc.. São alguns obstáculos interiores a serem eliminados para que alcancemos a cura verdadeira.
    Certamente, muitas de nossas doenças estarão intimamente relacionadas a esses desvios de conduta da alma.
    Desvios de conduta sim.
    Se fomos criados a imagem e semelhança de DEUS. Com certeza nenhuma dessas condutas será encontrada nos Evangelhos de Nosso Senhor Jesus Cristo.
    Portando nossas doenças do Corpo, nada mais são do que reflexos do que está impregnada nossa Alma.
    Aí se explica a não cura de muitas doenças, apesar do esforço da medicina para debela-las.
    Partindo desse ponto de vista. Seria de bom alvitre que começássemos a nos auto observar a fim de encontrarmos em nós mesmos a origem de muitos males que nos atordoam.
    Detectado a origem do mal. É só tomar o remédio que já está prescrito há mais de dois mil anos, pelo maior e melhor médico que passou pelo nosso planeta. E que receitou: AMAR A DEUS SOBRE TODAS AS COISAS. E AO PRÓXIMO COMO A SI MESMO.
    Aí está a vacina prescrita por JESUS.
    Fazendo uso desse medicamento Divino, teremos a cura tão esperada.
    Agora. Para se submeter a esse tratamento precisa- se coragem para aceitá-lo como o único capaz de nos salvar.
    Paz e Luz.
    Cláudio.
    panicoevida@blogspot

    Curtir

  12. Oi pessoal, eu tenho anciedade as vezes momento de agressividade quando algo não me agrada.
    Sinti que estava perdendo minha esposa, pois me sentia nervoso e descontava nela.
    Ela procurou tratamento para mim, tomo espran, estou me sentindo outra pessoa mais compreensíva , tudo melhorou. Se eu tivesse descoberto esse jeito de tratamento teria evitado tanto transtornos na vida da queles que conviveram comigo.
    Dê o primeiro passo , pense nos que estão ao seu redor que sofrem mais do que vc.

    Curtir

  13. Não tenho vontade de sair de casa ,e quando tenho que sair fico um dia antes ansiosa, o corpo Cossa muito até chega a machucar,quando estou na rua meu peito parece q vai explodir , não consigo respirar, parece q vou desmaiar tenho q me sentar pra não cair ,se eu saio só,as coisas são piores ,o pior de tudo são as pessoas q não entende e diz q eu tenho q me esforçar pra sair dessa tomo remédios mais eu não estou melhorando, até o médico disse q tá na hora de voltar ao trabalho ,mais como vou conseguir trabalhar se não consigo nem ir no fim da rua sozinha sem passar mal, é tudo tão difícil pensar numa saída já é tão difícil ….

    Curtir

  14. Olá Maria mendonça,moro em londrina-paraná,esse médico só cuida de pacientes com essa síndrome do pânico,vou falar com minha filha e te passar o e-mail da clínica.Eu também vou fazer o tratamento,faz uma hora e meia que pensei que estava morrendo,coração acelerado,já acordei assim passando muito mal,estou sofrendo muito.Decidí me tratar.por favor escreva pra mim me mande um e-mail,isaura-piresribeiro@hotmail.com,não uso celular.Preciso conversar,desabafar,tenho sofrido muito com esse mal.Grata.

    Curtir

  15. Bom dia á todos,acabei de me recuperar de um ataque de pânico,está muito calor aqui na minha cidade,tenho essa síndrome faz nove anos,só tomo rivotril.Os outros medicamentos me deram efeitos colaterais,como desenvolvi agorafobia tenho medo de tudo,preciso tratar de outros orgãos do meu corpo mas o medo me aterroriza.Mas estou esperando o meu esposo pegar férias evou encarar o tratamento que ele e minha filha fizeram pra sindrome do pânico,pois não aguento mais sofrer,quando estou em crise,eles falam,tá sofrendo á toa.Mas Deus vai me ajudar enfrentar esse medo!!vou voltar a viver como eles estão hoje.Que Deus nos ilumine pra acharmos o caminho da cura,porque eu tenho duas provas aqui em casa.Bom dia.i

    Curtir

  16. Boa noite!

    “Observe atentamente o seu corpo…

    Seu alinhamento… Suas tensões…
    Observe sua mente… Suas emoções…
    Observe a sua respiração…
    Perceba que a tensão nada tem a ver com algo fora de você, mas com o que está acontecendo em seu interior.
    Você sempre encontrará uma desculpa externa para racionalizar sua tensão – o trânsito, a falta de dinheiro, o trabalho, sua esposa ou marido…
    Porque simplesmente parece absurdo ficar tenso sem nenhuma razão.
    Mas a tensão não está fora de você: ela reside em seu estilo de vida.
    Você está sempre pensando em termos de passado ou de futuro e deixando passar o presente.
    E isso gera tensão…
    A respiração está diretamente relacionada ao seu padrão mental.
    Então, respire conscientemente, suave e profundamente e observe os movimentos da mente – sua raiva, sua angústia, sua tristeza – se dissolvendo…
    Observe o momento presente…
    Permaneça no momento presente.
    O ar simplesmente entra e sai pelas narinas…
    E naturalmente você vai ficando mais calmo, sereno, tranqüilo…
    Respire…”

    Paz e Luz!

    Curtir

  17. Olá pessoal do grupo faz tempo que não posto comentário.
    Bom sou Júlio Tenho 31 anos Já tem um tempo que tô com síndrome do pânico.
    Tomo rivotril 2 mg em comprimido .
    Um tempo atrás Tava tudo bem
    Agora mesmo tomando o remédio estou tendo sintomas fortes como aceleramento no coração um sintoma que já tinha .
    Também parece que o sangue esquenta por dentro de mim .
    Parece que as vezes as pernas vão travar ,
    E em uns dias minha língua parece que formigou.
    Parece que vai dar infarte.
    Só coisas ruins .
    Queria que alguém me dissesse o que faço?
    Não aguento mais .

    Curtir

  18. gente gostaria de entrar em algum grupo tbm no whats, se alguem quiser conversar deixao numero aqui que eu faço um grupo e add o pessoal que quiser, eu tbm sofro de sindrome do panico e sei que a maioria das pessoas não nos entende e trata como frescura, então vamos nos apoiar ok deixa ai o numero que eu add ok?

    Curtir

  19. Olá, me chamo Daniele e estou com essa doença a 2 meses, é horrível, todas as dores q sentimos, vivo com medo de morrer, hoje vou começar a tomar o remédio, mas morro de medo tb, de tudo, do remédio me fazer mal, me matar, essas coisas, gostaria de entrar em algum grupo de apoio a pessoas com SDP, pra podermos conversar e trocar idéias, meu número é (94) 991784671. Desde já agradeço.

    Curtir

  20. Boa tarde amigos,quero lhe dizer que passo pelos mesmos sintomas que vcs,minha filha teve a mesma síndrome,do pânico,ficou meses assim,eu tinha que achar força pra mim e pra ela,foram meses de terror!! dias e noites de pavor,os sintomas deixaram ela aterrorizada,foi depois que teve o bebê,ficou com depressão pós parto,e depois a síndrome do pânico ,tudo junto,parecia que eu estava vivendo,um pesa-dêlo,hoje já se adaptou com o medicamento,está curada sem sintomas,quer que eu vá no mesmo médico que ela,muitas pessoas se dizem estar voltando pra vida depois de passar por esse médico.Só tenho que ter coragem pra tomar o remédio,tenho medo até de dipirona!!mas a cura dela vai me encorajar!o meu marido também teve esse mal e ficou curado com o mesmo médico,ele dá 20 dias pra ficar curado,vou encarar e ter muita fé em Deus primeiramente!!!Que DEUS vos ilumine!!!!

    Curtir

  21. Ola p todos….eu estava lendo os comentarios e relatos e resolvi contar minha historia tbm…bom…meu nome é Nstasha,tenho 28 anos e tenho Transtorno do Panico ha 10 anos. Faço tratamento ha muito tempo e ja tomei varios tipos d medicamentos como Fluoxetina,Sertralina,Exodus,Rivotril,Cymbalta…enfim,todos q vcs ja devem conhecer muito bem….em alguns momentos tive grande melhora…pensei até estar curada,mas essa maldita doença sempre volta…no meu caso eu acho q ela é cronica. Os sintomas…bem…vcs conhecem bem quais sao…a unica diferença é q todos q tem Panico dizem terem medo d morrer…eu,pelo contrario,nao tenho esse medo…na vdd nos momentos d desespero em meio as crises eu até chego a desejar a morte…sei q isso é até pecado,mas é assim q me sinto….nunca pensei em tirar minha propria vida,mas confesso q as vezes em meio minhas oraçoes ja pedi a Deus q me levasse desse mundo p q esse sofrimento acabasse……enfim,continuo na luta contra a Sindrome do Panico…tem dias q até q estou bem,mas as vezes é uma luta sair da cama,e p piorar ninguem entende a gente…temos q conviver com o preconceito e comentarios maldosos d pessoas ignorantes….as vezes me sinto muito sozinha e queria ter alguem p conversar…sei q muitos aqui tbm se sentem assim e gostaria d poder ajudar a todos d alguma forma,mas tudo o q eu posso fazer é ouvi-los…entao se alguem quiser conversar pode me chamar no messenger Bina Rodrigues…..um abraço a todos e muita força…….

    Curtir

  22. Boa Noite!
    me chamo Tiago tenho 30 anos, sou de são Paulo-SP…
    nesse começo do 2016 para cá por um problema de saúde desenvolvi a síndrome do pânico, tudo começou quando estava indo do trabalho para casa em uma estação do metro quando senti falta de ar, comecei a tremer me sentindo sufocado meu coração ficou acelerado e fiquei com muito medo de morrer, nisso estava com o meu amigo e ele me levou ao medico e ele me disse que só foi um nervoso que passei na hora e q iria ficar tudo bem, fui para casa em seguida e do nada acordo assustado com o mesmo sintomas q senti no metro e fui ao medico novamente fiz muitos exames e nada. fiquei meses como esse terror imaginando que a qualquer hora iria morrer, só depois de alguns meses consegui passar no psiquiatra e me passou um remédio que comecei a melhorar. mais ainda de vez ele aparece e é uma sensação horrível , sei que é por causa da síndrome q acontece, mais na hora perco o controle. queria estar no grupo com vocês no caso que podemos conversa e nos ajudar no momento das crise. meu whats: (11)95428-5975

    Curtir

  23. Olá,

    Eu também gostaria de me relacionar com pessoas que possam compartilhar de ideias e que me entendam.
    Desde nova, sempre fui alegre, mas tinha muito medo de diversas coisas, aos 7 anos chorava muito na escola com medo de que me minha mãe fosse me abandonar, minhas notas eram excelentes mas eu causava pavor na escola porque ninguém entendia o motivo do meu choro, e eu sem, de sempre dizia: eu tenho medo de morrer ou de ser abandonada.
    Naquela epoca minha mãe que era separada do meu pai nao se deu conta de que eu precisava de um psicologo, achava que pudesse ser manha, enfim…
    Mesmo assim eu era a melhor aluna da classe e tinha muitas amigas.
    Na adolescência adquiri o medo de comer, tudo que eu comia achava que iria fazer mal, emagreci muito, mas na época minha família pensava que era da idade, ou que eu tava querendo chamar atenção.
    Foi então que eu conheci meu ex namorado com 14 anos, ele tinha 23.
    Tudo certo, até então, ele conheceu minha família, até que algumas pessoas da minha familia começaram a suspeitar que ele era agressivo, e quiseram me afastar dele, na epoca eu não acreditei, minha mãe ficou do meu lado, adquiriu depressão, eu me separei dele, voltei de novo e ficamos 5 anos juntos.
    O problema é que ele realmente era agressivo, era muito protetor, muito manipulador e muito agressivo, possessivo…
    Resultado: Abuso físico e moral.
    Me livrei aos 19 anos, quando acordei do pesadelo e resolvi terminar o relacionamento.
    Hoje eu tenho perda dessa memória desses 5 anos, mas as marcas psicológicas permaneceram.
    Após isso, namorei um outro rapaz, 2 anos e meio, fui traída enquanto cuidava dele no hospital após um procedimento cirúrgico pelas enfermeiras.
    Depois tive um namorado Gay.
    Por último namorei um amigo meu (esse era normal) rsrsrs.
    Descobri os ataques de pânico no meu trabalho em 2009, devido a esses relacionamentos que tive e o trabalho era bem puxado na época eu tentava conciliar faculdade/trabalho e hospital.
    Hoje eu tô desempregada, faço uso de medicações controladas e iniciei tratamento psicológico novamente.
    Eu nunca falo meus problemas para ninguém e é a primeira vez que verbalizo toda minha história dessa forma que não seja a um profissional.
    Me sinto bastante sozinha porque não consigo sair muito de casa, meus amigos se afastaram, enfim, cada um tem suas vidas.
    Não sou daquelas pessoas que fica reclamando o tempo todo, pelo contrario, sempre fui a amiga conselheira, até hoje eu sou, mas tenho dificuldade de encontrar amigos que estejam dispostos a me ouvir também.
    Se quiserem/puderem me apoiar, agradeço.

    Abraços.

    Curtir

  24. Olá sou Wesley de campinas são Paulo,sou empresário, tenho síndrome do pânico e gostaria de me relacionar com pessoas que tem o mesmo problema, tenho outros amigos q tbm são empresários que passam por depressão e ansiedade, isso não por causa da crise do país, mas sim por coisas q a fizeram desencadear, se tiver alguém daqui seria legal o contato, o sofrimento ficara mais leve, pois iremos saber que não estamos sozinhos nessa caminhada sofrida. Obrigado um abraço a todos e saúde e paz.

    Curtir

  25. Eu era uma pessoa normal, sempre fui determinada, ganhei 3 vezes bolsas em faculdades, trabalhava, estudava, me divertia, saia com os amigos, eu tinha uma vida feliz!
    Mas há anos eu parei de viver!
    Eu sou concursada da prefeitura de SP e era o qie eu queria, uma estabilidade para continuar estudando, tenho um marido e um filho de 9 anos, meus pais e meus irmãos, e por mais que eu tenha isso sou infeliz, me acho ingrata por não ser feliz e me odeio por Isso.
    Meu filho esse ano teve tantas faltas na escola, por que eu não consigo ficar sozinha e não levo ele pra ele ficar comigo (Eu me sinto horrível por ser essa Mãe ), quando estou de férias do serviço passo os 30 dias em casa sem ir se quer ao portão, nada tem graça, nada me faz feliz, eu só penso o tempo todo nas coisas ruins, que eu estou gorda e feia e tenho vergonha de ver as pessoas, que eu vou morrer a qualquer momento, que é se quando eu “morrer” eu estiver viva e acordar dentro do caixão, penso no que eu sentiria, meu filho não são de casa e eu não levo ele pra passear, que tipo de Mãe é assim???…
    Tem dias que eu to tão infeliz que passo minha tristeza pra todos, pra quem não merece e eu pergunto pra Deus porque eu existo????
    Pra ser infeliz e não fazer as pessoas felizes???? Ser um peso na vida dos outros???? Porque???
    No meu Serviço as pessoas me olham diferente pq quantas vezes eu não são desesperada com falta de ar e taquicardia pedindo socorro e achando que ia morrer???
    Já me chamaram de louca e com razão!
    As vezes penso que isso é castigo por algo que eu fiz. O tempo está passando e eu não vou evoluir, progredir, fazer o que eu queria…viajar, estudar, aprender a tocar piano, fazer um curso de fotografia, porque já comecei 3 faculdades e não consegui terminar e desisti sempre, já tenho 27 anos daqui a pouco tenho 50 e o que eu fiz além de não viver por medo de morrer?

    Curtir

  26. Eu entendo vc! Já passei por várias crises de medo, a sensação que temos é horrível e angustiante, não desista do tratamento com a psicóloga, mesmo difícil prossiga e não tranque a Faculdade porque a mente desocupada só faz aumentar as sensações ruins. O pessoal aqui tem um Grupo no Whats, peça a eles para te adicionar deixando seu número, eu prefiro não participar pq não tenho como ajudar e nem gostaria de participar de um grupo só de pessoas assim. Boa Sorte e Força!

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s