Depoimentos

Este espaço é seu, envie o seu depoimento, você não esta só neste universo do TP, compartilhe o seu momento com as outras pessoas, nesta pagina você vê que outros também tem e sabem oque você tem passado ou já passou, e muitos não podem falar sobre o assunto com seu familiares, pois as vezes eles não entendem, então compartilhe conosco.

Agradeço a todos que nos tem enviado o seu comentário e ou questionamento, por ser um espaço publico, todos entram e deixam o seu depoimento livremente, mas tenho notado que algumas pessoas usam deste espaço para postar coisas ofensivas ao proposito do blog, e até para prejudicar o acesso de outras pessoas.

Tenham um pouco de paciência, pois estou fazendo uma varredura e limpeza nele, e também logo farei algumas outras mudança.

Anúncios

13.130 comentários

  1. Oi pessoal tenho 18 anos e sofro do pânico desde os 14 mês passado fui em 2 cardios e estou ótima Mas mesmo assim sinto paradinhas no coração 😭😭😭😭 tenho muito medo disso até dormindo ultimamente tenho sentido 😭😭😭😭 alguem de vcs sentem isso ??? Meu número é 5569993198759 alguem que quiser me ajudar 😭😭😭😭

    Curtir

    • Oi Juliana também sinto essas paradinhas no coração acho que são extras sístoles , comecei a senti las depois de tantos outros sintomas causados pela síndrome do pânico , quando estou ansiosa aí é que elas atacam é horrível no começo sentia muito medo fui ao cardiologista fiz um monte de exames até o Holter , graças a deus não deu nada fiquei mas tranquila e ai elas sumiram ,achei que estava curada . nada disso voltei a ter crises de pânico e voltaram as extras sístoles já tem uns 10 anos que sofro com elas vão e voltam , se VC foi ao cardiologista e ele disse que seu coração é sadio ,fique tranquila a síndrome do pânico e a ansiedade costumam nôs fazer sentir essas coisas .tenho hoje 45 anos comecei a ter crises de pânico depois do nascimento do meu filho , hoje consigo conviver bem com a síndrome do pânico não dou muita bola para os sintomas ,claro que não foi sempre assim , sofri muito no começo mas procurei saber tudo sobre síndrome do pânico e seus sintomas e não permito mas que a síndrome do panico controle minha vida faça o mesmo VC é muito jovem aproveite sua vida seja feliz fique com deus

      Curtir

  2. Olá, tenho 21 anos e há cerca de 3 meses tive a minha primeira crise de ansiedade. Uma coisa mesmo horrível, no entanto pensava que seria coisa passageira. Enganei-me e bem… Sinto que pioro a cada dia que passa, já fiz consulta de cardiologia onde fiz eletro, ecocardiograma e prova de esforço e não acusou nada. Mandaram me para um neurologista, onde fiz uma eletromiografia e nada também. A semana passada fui 3 vezes às urgências e numa delas foi me diagnosticada perturbação do pânico. Sempre com sensação de vomitos, dores no estomago e o que mais me incomoda são as tonturas, dores de cabeça fortes e a visão meia turba, tenho sensação de estar a olhar para a frente mas não ver nada, parece que só estou cá fisicamente. Não consigo estar descansada, penso que poderei ter alguma doença no estômago ou cancro no cérebro. Isto atormenta me a cada dia que passa, acordo mal e deito me mal, não há um único momento no dia que me sinta bem. Alguém com um grupo no whatssap para poder desabafar? (+351 919441113)

    Curtir

  3. Quando já não tivermos mais saída;
    Quando as dores tiverem insuportáveis;
    Quando os sintomas tiverem intoleráveis;
    Quando as crises tiverem intermináveis;
    Quando a medicina insiste em dizer que não temos nada;
    Quando os remédios já não estiverem fazendo o efeito esperado;
    Quando a terapia não atingir o objetivo desejado.
    Aí sim, precisamos mudar nossa postura;
    Aí sim, precisamos mudar o nosso modo de agir;
    Aí sim, precisamos assumir uma obrigação que é só nossa.
    Se tudo que tentamos até então, não nos curou e nem nos equilibrou. Necessitamos reagir.
    Quando chegamos nessa fase. Devemos entender que a vida está nos cobrando reação, posicionamento, confronto conosco mesmo.
    Daí precisamos por em prática a TERAPIA DO BASTA.
    Isso mesmo…
    Dar um BASTA a tudo e a todos que nos desestabiliza.
    BASTA de medos;
    BASTA de dores;
    BASTA de sintomas;
    BASTA de crises;
    BASTA de tudo.
    Só assim vamos conseguindo tomar posse de nossas vidas novamente.
    Afinal não nos custará nada. É só ter um pouquinho de coragem.
    Mesmo porque será a única alternativa que nos restará.
    Ou tentamos, ou ficamos eternamente dependentes e atrelados a medos, sintomas, crises, médicos, psiquiatras, terapeutas, remédios, etc, etc, etc…
    Escolher a única alternativa ou ficar eternamente no sofrimento.
    A decisão é de cada um.
    A vida nos cobra tomada de posicionamento. Mudança de postura.
    Pensem nisso.
    Paz e Luz.
    Cláudio.
    panicoevida.blogspot.com.br

    Curtir

  4. Olá sou Adriana e comecei a ter crises de pânico logo após um acidente no qual me tornei epiletica e tenho focus.
    Meus sintomas do pânico são: vontade de correr, agonia; calor no cérebro, me sinto sozinha e entro em desespero porque vivo sozinha ai vou eu ligar para o cvv.
    Ai começa a pior fase da crise: desespero, choro, medo de cometer algo contra mim. Parece que enlouqueci.
    Ai percebi que é todos os dias a noite as crises. E vi que quando tomo revotril passa um pouco que qualidade de vida estou levando, choro muito.

    Curtir

    • Minha amiga sei bem o que vc está passando , vc não está só nessa . Eu também sofri um acidente e após o acidente minha vida ficou de cabeça pra baixo tenho muitas sensações ruins com pânico, medo de viver a vida etc . Mas tenho mim apegado muito a Deus e a Bíblia onde sempre encontro respostas para minhas perguntas

      Que Deus te ilumine e te guarde em nome de Jesus

      Curtir

  5. Boa tarde !

    Preciso de orientação médica, estou sofrendo de anciedade, desordem nos pensamentos, nervosismo ao falar com as pessoas , suadeira, a pressão dos meus olhos altera , falta de ar ,coração acelerado . Minha vida está horrível nas reuniões matinais onde trabalho não consigo mim acalmar e nem olhar no olhos das pessoas e fico muito nervoso, perco o controle do meu corpo, fico muito agitado meu olhos ficam esbugalhados e sinto medo,sinto pânico e e alucinações .. este problema já vem mim encomodando a uns 3 anos .mim ajudem quero muito ser uma pessoa normal como eu era antes . inteligente, tranquilo,calmo e muito proativo .

    Curtir

  6. Boa tarde,

    “Vida não é o que se vive lá fora mas o que se sente aqui dentro. Vida é o que você sente quando você ocupa todos os espaços do seu próprio corpo e se percebe realmente presente aqui-agora aberto, receptivo para envolver este momento com a sua presença. Se tentar estar no mundo sem estar em você, serenamente presente, você será controlado pela sua cabeça, pelos outros, pelo mundo e inevitavelmente se sentirá sozinho e perdido. Desta forma, o ato de viver parecerá chato, entediante, cansativo e limitador. Não há nada mais sem graça do que tentar estar no mundo sem estar em você. As pessoas carecem de vida e, por isso, deprimem, perdem a capacidade de sentir a existência e se desesperam desnecessariamente. Não estar suficientemente presente para interromper o fluxo psicológico do tempo nos faz vagar como corpos que apenas reagem movidos por simulações mentais baseadas no passado e no futuro. Saiba que o fator de cura que traz sentindo e que ativa a sua energia é a sua presença em si. Você é a vida. Quando descobrir isso e conscientemente se conectar de forma completa com o seu corpo estará livre de necessidades emocionais e perceberá que é um ser completo.”

    Paz e Luz!

    Curtir

  7. sexta-feira, 28 de outubro de 2016
    UM DIA DE PÂNICO

    Após uma noite atribulada, hoje acordei muito mal.
    Ontem custei a pegar no sono. Medo de dormir, passar mal ou morrer dormindo.
    Enfim fui dominado pelo cansaço. Adormeci.
    No meio da madrugada acordei de súbito. No meio de uma crise. Corpo todo suado, tremendo, aperto no peito, falta de ar e um nó na garganta. Horrível.
    Aliás, uma coisa que não entra na minha cabeça é as pessoas falarem que isso que sinto é ansiedade. Mas como? Se as vezes estou bem. De boa, e esses sintomas chegam arrebentando. Do nada, sem aviso prévio. Não consigo aceitar que seja só ansiedade. Devo ter uma doença grave.
    Fiquei assim em meio a esses sintomas e pensamentos não sei por quanto tempo. Mas parece que foi uma eternidade.
    Cheguei a pensar em chamar uma pessoa da família para me levar ao hospital. Tinha certeza que estava tendo um infarto ou um AVC.
    Resolvi não incomodar ninguém.
    Das outras vezes pedi auxílio, fui levado ao Pronto Socorro. Sempre o médico dizia que não era nada e que era ansiedade.
    Agora fico com vergonha de pedir ajuda e não ser nada de novo.
    Mesmo porque as pessoas, até mesmo os familiares, já estão me olhando diferente, duvidando de que esteja realmente sentindo alguma coisa.
    Mas enfim, amanheceu o dia. Ainda sob os efeitos da crise vivenciada a noite. Tontura, olhos ardendo. Um pouco de fraqueza e com medo de que tudo se repita.
    Mal me alimento. Sempre sobressaltado, com medo de comer qualquer coisa e me fazer mal.
    No trabalho já não vou mais. Aliás, saí do emprego. Já não suportava mais as crises repetidas vezes lá.
    O dia vai passando.
    No almoço, o medo de comer continua. Preciso me alimentar. Já perdi muito peso em pouco espaço de tempo.
    Sento à mesa. O medo é tanto. Como pouco e rapidamente. Mal mastigo a comida.
    Quase não saio. O medo me faz passar o resto do dia trancafiado no quarto.
    Meus amigos se afastaram. Não saio mais de casa. Shoppings, cinemas e passeios são coisas do passado.
    Fico muito mal quando tenho que sair. Sensação de morte iminente.
    Por isso me enclausuro dentro de casa. De preferência no meu quarto. Na minha cama, onde estranhamente me sinto mais seguro.
    O dia vai passando. A mesma rotina. Pensamentos negativos e doentios poluem minha mente.
    Temendo que a qualquer hora uma nova crise, um novo desespero possa se repetir.
    Aliás, não são raras as vezes que sou surpreendido com crises no decorrer do dia.
    Assim o dia vai passando celeremente.
    Agora já estou projetando meus pensamentos para o período da noite, temendo que tudo volte a acontecer novamente.
    Esse é o meu dia. Essa é minha rotina. Essa é a minha vida.
    Não vejo como sair dessa situação em que me encontro.
    Então entre pensamentos atordoantes, sintomas e medos variados, anoitece.
    Uma certeza eu tenho.
    Tudo vai se repetir novamente…
    Tudo…
    Paz e Luz.
    Cláudio.
    panicoevida.blogspot.com.br

    Curtir

    • OI CLAUDIO!! JA PASSEI POR ESSA SITUAÇÃO E TIVE DUAS AJUDAS Q FOI IMPORTANTISSIMA:1FÉ EM DEUS O BUSQUEI COMO NUNCA TINHA FEITO, PROCUREI A IGREJA FOI UMA AJUDA IMENSA. 2 PSIQUIATRA, PASSOU UM MEDICAMENTO Q ATE HJ FAÇO O TRATAMENTO EMVUMA QUANTIDADS INFERIOR AO INÍCIO. E SINTO-ME BEM MELHOR, JA VOLTEI AO TRABALHO. E SEI Q SE VC SEGUIR ESSA LINHA IRA VENCER TAMBÉM. UM DIA DE CADA VEZ. MAS, ALGO TEM Q SER FEITO. CONFIE!

      Curtir

  8. Bom dia,amigosé triste ver pessoas aqui tão jovem,sofrendo com esse mal,Beatriz,Rebeca ,Luayasmin.À muitos anos fui acometida com esse terrível transtorno de pânico.Não vou falar dos meus sintomas porque vcs já descreveram todo o meu sofrimento.Só vou dizer pra vcs procurem os médicos,pois Deus é o criador da medicina.Só que os médicos tem limites.DEUS VAI ALÉM DA MEDICINA.Procurem se fortalecer o Espírito,se jogue nos braços do Pai Eterno,procure fazer campanhas de libertação.Se esforce,Deus vai mandar socorro,é assim que estou vencendo esse mal.Não tenha medo,enfrente como um leão feroz.Deus vai nos honrar.Amém !ÃNIMO,JESUS VENCEU!!

    Curtir

  9. Eu já deixei meu depoimento aqui, tem dois meses e uma semana que passo por esse problema!! Já fiz 4 eletros,1 teste ergométrico e nada no coração!Porém meus sintomas são todos no peito!Dores no meio do peito, pontadas, queimor, peso, dor no estômago, dores no ombro esquerdo, braço esquerdo, as vezes no direito, dores nas costas, queixo, pescoço, etc…! Dores de cabeça de vez em quando, mas quando dá, aparece em pontadas! Fui a uma clinica geral maravilhosa da minha cidade ontem, ela me examinou e simplesmente disse que eu não tinha nada no coração! Que poderia desconfiar de tireóide, mas meus exames da tireóide estavam ok, fiz raio x de torax e só deu uma bronquite, da qual já estou me tratando! Falou que era ansiedade mesmo! Ainda perguntei se teria algum exame cardiológico complementar a fazer, ela falou só em cateterismo, mas que ela não iria fazer isso comigo por ser um exame invasivo demais, e outra, eu n apresentei nada nos eletros nem no ergométrico que justificasse a realização do mesmo!! Fiquei mais tranquila, feliz, pois confio mt nessa médica!!…Mas na madrugada me aconteceu algo estranho! Acordei assustada com meu cachorro latindo, e quando respirei meu peito do lado esquerdo simplesmente tremeu, como fossem vários espasmos seguidos!! Alguém já sentiu esse sintoma?
    82-99984-2445. me add no zap se vc já sentiu!

    Curtir

  10. Depois de varios meses bem, hoje voltei a ter uma crise fraca, mais muito chata. Estava subindo uma escada comecei a sentir falta de ar que era um dos sintomas mais frequentes quando eu tinha crise. Ai na hora do almoço recebi uma noticia meio triste e já fiquei pior. Tive dor de barriga, ai e muito ruim.

    Curtir

  11. Oi Daniele,muito obrigada por me responder,estou com algumas doenças físicas e o meu maior,problema é tomar a medicaçãoÉ automático depois de uns 30 minutos que tomo o remédio.começo me sentir mal,faz algum tempo que estou com infecção e não tomo o remédio por medo das reações.Estou muito triste ,não era assim antes,me ajude!!

    Curtir

  12. Olá tenho 13 anos, e o que eu vou contar começou basicamente desde o final de 2016 até porque fiquei embaixo porque perdi todos os meus amigos e tinha medo que gozassem comigo por ter repetido de ano, mas os pensamentos foi a cerca De 3 meses e entrar em pânico ,começar a chorar , pensar que vou morrer e que tenho alguma doença e isso foi há umas 3/4 semanas , eu tenho andando muito preocupa pois não sei o que tá acontecer comigo, eu tenho andando com dores de cabeça todos os dias muitas tonturas quando me levanto , sinto-me esquisita,tambem tenho andado muito embaixo ( ex: posso tar bem como de repente fico sem falar com ninguém, calada, esquisita ) , triste, náuseas ( vontade de vomitar) , começo a tremer por vezes ( é mais quando entro em pânico ),dores no coração e coração acelerado , parece que há vezes que me falta o ar eu até fico assustada.
    Quando entro em pânico começo a chorar a pensar que vou morrer a tremer, vou dar um exemplo que acontece :tenho uma dor de cabeça começo a pensar que tenho alguma doença grave …tambem ando muito pensativa mas são só pensamentos ruins, eu ás vezes fico preocupada com 13 anos já ter isto tudo !😭😢
    Ajudem-me já não sei o que fazer por favor
    Eu ás vezes entro em pânico e nem sei o motivo, tenho muito medo de morrer eu começo a sentir dores no coração, coração acelerado 😭😭
    E isso…
    Eu ás vezes começo a pensar : não vale a pena fazer aquilo eu vou morrer vou dar um exemplo
    -num momento apetece me ir para a piscina no outro já acho que não vale a pena porque digo que vou morrer.

    O que eu faço?
    para mim isto que eu penso é uma realidade os outros dizem que é tudo coisas da minha cabeça e isso
    Ajudem-me 😭
    Há um tempo para cá não consigo ter uma vida normal por causa dos sintomas, dos pensamentos, dos ataques de pânico.

    Curtir

  13. Faco tratamento para ansiedade a uns 2 meses, minhas crises diminuirão muito, porem eu tenho um medo GIGANTE de ficar louco ou esquizofrenico, alguem mais tem isso?? nao to conseguindo viver direito, isso me angustia muito. Eu nunca tive sintomas do tipo, mas nao paro de pensar nisso

    Curtir

  14. tenho 16 anos, algumas coisas aconteceram e desencadearam sintomas desagradáveis em mim. Tais como, falta de ar, fadiga, bolo na garganta, agonia nos olhos(onde penso que vou ficar cega), penso que vou infartar, ter um avc etc, fico super aérea, tenho insônia, tremedeiras e etc. Estou fazendo exames e mh pressão está um pouco alta mas fora isso, até agora, estao dando normais porém fico na psicose. Não vejo a hora de melhorar, uma agonia na Atm horrivel. Mas eu tenho Fé. Vai passar. Com você também. Se quiser conversar, pode falar comigo no wpp. 71 98505-5565

    Curtir

    • Batimentos cardíacos 143 bpm … criança de 1 ano chorando, dor insuportável no peito e medo muito medo !
      34 eletrocardiogramas, 17 exames de sangue , 2 ressonâncias , 3 tomografias , é uma internação de 5 dias . Diagnóstico final Ansiedade Generalizada !
      Sofro diariamente durante 3 anos , acordo todos os dias pensando que vou morrer , qualquer dor me diagnóstico com câncer , infarto !
      Tento sorrir , mas o medo de morrer surge e o sorriso desaparece pelo turbilhão de pensamentos negativos …
      Tonturas diárias e choques pelo corpo , acho todos os médicos imprudentemente por não diagnosticar algo ; porém tenho medo deste algo !
      Sincope e 4 pontos na cabeça !
      Maldita sensação de sufocamento e olhares de pura frescura .
      Quem sou eu ?!
      Dentista formada , mãe da menina mais linda do mundo , esposa linda , sou linda sim ! Não vivo , sobrevivo ao medo de morrer , de deixar minha filha !
      Choro sozinho por ninguém saber realmente quem sou …
      Medo e lá vem ele me perseguir até mesmo quando quero comprar um sapato para me alegrar , medo de ninguém segurar minha mão nas inúmeras crises !
      Crises estas que são diárias , pois tenho medo de ter outra crise , então vivo em crise ?!

      Mas …

      tudo vai passar!

      Palavras de um psicólogo qualquer !

      Curtir

  15. CONHEÇA-TE A TI MESMO
    domingo, 21 de maio de 2017
    A PARTE QUE ME CABE

    Vai chegar num momento que não suportarei mais tanto sofrimento;
    Vai chegar numa hora que aturdido pelos sintomas, dores e crises, vou atingir o fundo do poço;
    Vai chegar num instante que terei que decidir o que fazer de minha vida;
    Vai chegar numa ocasião que terei que refazer o caminho de volta, a fim de reassumir meu destino;
    Vai chegar numa fase que a vida me obrigará a dar uma guinada de 360° na minha existência;
    Vai chegar num período que terei que me desarmar de conceitos e pre-conceitos que até hoje nortearam minha vida;
    Vai chegar num tempo que terei que me conscientizar que DEUS já vez e está fazendo a parte dele;
    Vai chegar numa oportunidade que serei obrigado a agir e reagir por mim mesmo;
    Vai chegar a vez de eu aceitar que não tenho doença no corpo e lutar contra a doença psicológica que vergasta minha alma;
    Tomara que esse dia seja hoje.
    Tomara que esse instante seja agora.
    Tomara que eu volte a viver já.
    Paz e Luz.
    Cláudio
    panicoevida.blogspot.com.br

    Curtir

  16. Ahh, esqueci de mencionar sintomas como dor leve e pressão no meio do peito, como fosse no esterno, bolo na garganta, agulhadas em todo corpo, como pinicassem, choques por todo corpo, principalmente abdômen, as vzs durmo bem, mas basta acordar pros sintomas começarem. E as vzs sinto dores no estômago, me sinto enjoada. Boca seca e uma sensação de oco na barriga. Nao tudo junto claro, as vzs vem um desses, ou dois, três de uma só vez. Mandem msg peo meu whats relatando o que acontece com vcs. 82-9984-2445

    Curtir

  17. Bim dia pessoal. As minhas crises começaram a menos de dois meses, depois de um mal estar, e ter ido parar na emergência pensando ser infarto ou avc, eu comecei a desenvolver as crises de ansiedade e pânico. Medo de morte sempre, pensamentos ruins, noites sem dormir direito. Pontadas no peito esquerdo, dormência nas mãos, dores no ombro esquerdo, sensação de pressão no peito. E por várias vezes, muitas vzs duas ou mais visitas a emergência por semana. Fui ao cardiologista, teste ergométrico normal, sem problemas de tireoides, algumas taxas no exame de sangue alteradas mas ja estão normais com regime, caminhada e lipless. Fui a dois endocrinos, consultas com.psicóloga. Mas nada melhora. Fui a outra endocrinologista e ela foi categórica.. Pare de procurar médicos, o seu problema é Ansiedade. Me passou encaminhamento para o psiquiatra e irei sim. Pois não suporto mais essas dores no peito, pontadas, dores nos ombros, pescoço, dor de cabeça, calafrios. Fico gelada quando vem a crise, mt medo de estar morrendo. Vico aferindo a pressão direto, e quando n está baixa, está normal. Outra coisa, é normal vc sentirem sintomas, mesmo que leves praticamente todos os dias? Pq estou vivendo assim agora. Estou tomando escitalopran pra ansiedade, e clonazepan pra dormir. Mas parei o clonazepan. Me add em algum grupo, 82-99984-2445. Preciso da ajuda de vcs.

    Curtir

  18. de dezembro de 2016
    A DOR ALHEIA

    “Quando o sofrimento do meu irmão não me tocar. Estarei sim, mais doente do que ele”.
    Existem pessoas que se irritam diante das inúmeras reclamações dos portadores de distúrbios da ansiedade.
    Não entendem elas, que o simples fato de repetidamente ficarmos falando sobre as nossas dores, os nossos medos, as nossas angustias, enfim, do nosso sofrimento, atua em nós como uma terapia. Parece que estamos expurgando de nós todos aqueles detritos mentais que vamos acumulando num certo período de tempo.
    Essas mesmas pessoas, na maioria das vezes, nos taxam de fracos, moles, manhosos, etc, sem se aperceberem que estamos necessitando de no mínimo, um pouco de atenção.
    Sabemos sim, que as vezes passamos dos limites.
    Mas o que esses criticos não sabem é que essa doença parece que nos entorpece, nos tira por lapsos considerados de tempo, a noção de certas atitudes, as quais não tomariamos se tivéssemos na posse total do nosso raciocínio.
    O medo é tamanho que perdemos a noção do ridículo, do vergonhoso e do racional.
    Somente quem sofre dessa doença, sabe do que estou falando.
    Teorizar sobre o que não se sente, sobre o que não se conhece, é muito fácil.
    Como o equilíbrio depende de cada pessoa, justamente por isso, umas entenderão como lidar com ela, primeiro do que outras. E mesmo porque ainda não se sabe ao certo a origem disso tudo, ninguém está totalmente isento de uma recaída ou recidiva.
    O que se sabe que essa doença pode ter longa duração, e dependerá da capacidade de entendimento, de enfrentamento e de coragem de cada um.
    Certo é que cada um a seu tempo, com certeza, conseguirá a cura.
    Deus não nos criou condenados ao sofrimento eterno.
    Precisamos de contar com um quinhão a mais da paciência dos que conosco convivem.
    Na maioria das vezes é só disso que precisamos.
    Lidar com esse monstro que nos atormentam, já não é fácil.
    Sem a compreensão dos que nos amam, torna a situação praticamente impossível e nos destrambelha mais ainda.
    Palavras atravessadas, cochichos pelos cantos, olhares com o canto d’olhos, não nos auxiliam em nada.
    Infelizmente é isso que temos, na maioria das vezes.
    Paz e Luz.
    Cláudio
    panicoevida.blogspot.com.br

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s