Ansiedade e Fobias

           A ansiedade é considerada um sentimento humano normal. Todos nós passamos por ela, sempre que nos deparamos com situações que nos surgem como ameaçadoras ou difíceis. Muitas pessoas chamam a este sentimento stress, mas este termo pode ser usado para definir duas coisas diferentes – por um lado, tudo aquilo que nos faz ansiosos, por outro, a nossa reação a essas situações. Dado este termo poder induzir em erro, não o usaremos neste pequeno texto introdutório.

        Quando a nossa ansiedade resulta de um problema que se prolonga no tempo, como dificuldades financeiras, chamamos-lhe preocupação; se, pelo contrário, se trata de uma resposta súbita a um perigo imediato, como estar à beira de um penhasco ou quando um cão raivoso se atira a nós, chamamos-lhe medo.

         Habitualmente, tanto o medo como a ansiedade podem ser úteis, uma vez que são eles que nos protegem de situações potencialmente perigosas e que nos avisam desses perigos, tornando-nos mais aptos a resolver as situações em causa. No entanto, se estes sentimentos se tornam demasiado fortes e se se prolongam no tempo, eles podem trazer conseqüências muito negativas para a nossa vida, impedindo-nos de levar a cabo um dia-a-dia normal.

         Uma fobia pode ser considerada um medo específico a certas situações, pessoas ou objetos que não são considerados perigosos para a maioria das pessoas.

Anúncios

5 comentários

Os comentários estão desativados.